пятница, 1 мая 2015 г.

a churrasqueira «Kremlin»

Os kievanos que apóiam os bombardeios da artilharia pesada contra os civis no russófilo Leste da Ucrânia em mais um chilique de russofobia inventaram a churrasqueira «Kremlin».


A primeira churrasqueira Kremlin foi de 3 metros de comprimento! – graças a Deus que não de 2,2 quilômetros, como o Kremlin real. Mas os modelos novos são mais pequenos – para transportar em carro. O novo produto gerado pela criatividade ucraniana custa 50 dólares. O público-alvo devem ser os soldados dos EUA, que vieram à Ucrânia para preparar uma agressão contra a Rússia.

Duvidamos que esta recém lançada churrasqueira Kremlin tenha muito êxito entre os ucranianos – nos anos próximos eles não vão ter dinheiro para desfrutar de churrascos. Conforme o otimista FMI em 2015 as rendas vão cair por 15%.

A renda média anual hoje é menos de 5 mil dólares: depois de Maidan os ucranianos não fizeram parte da Europa, senão da África [1. ].

Possivelmente os autores da churrasqueira Kremlin foram inspirados pela performance de uma artista de Kiev, que no marco da “guerra híbrida” colocou um pedaço de carne sobre sua cabeça e assim posou com o Kremlin ao fundo [2. ].



Era difícil entender a mensagem da mulher, mas pelo menos agora tudo faz sentido: carne, Kremlin ... e churrasqueira.

Não haverá churrascos, como já dissemos. Mas ver o Kremlin em chamas – isso pode ser realizado. A queima de um Kremlin condicional – como um símbolo do poder – é o cume de cada ciclo da história russa. Depois de cada incêndio a Rússia renasce. A comparação da Rússia com a ave Phoenix já é um clichê nos textos sobre a Terceira Roma.

- Moscou foi queimado pelos mongóis no século XIII e a desintegrada e fraca Rússia virou um forte estado da Horda de Ouro.

- o Kremlin foi incinerado em meados de século XIV, o reconstruímos com pedra branca, depois o príncipe Dmitri do rio Don eliminou um exército dos mongóis no campo Kulikovo e deixou de pagar o tributo. Moscou estava digerindo a Horda de Ouro.

- o Kremlin foi destruído pelo incêndio de 1547 – no ano da coroação de Ivã, o Severo e a Rússia post Horda virou o Czarato Russo, que vai integrar o khanato de Casão e o de Astracão plus Siberia.

-  Ao início do século XVII Moscou e Kremlin foram sitiados pelas milícias russas, que bloquearam na capital da Rússia aos polacos junto com os cossacos ucrainoides, mercenários dos oligarcas polacos. Uma parte da elite de Moscou esteve pronta para beijar as botas do rei da Polônia Sigismundo III ou de seu filho – Vladislau IV. Um incêndio mais. No resultado o Czarato de Moscou virou o Império Russo, quando a Polônia desapareceu da grande política para sempre.

- Também aconteceram os incêndios durante o século XVIII – a alemã Caterina II até iniciou a demolição das muralhas do Kremlin com o objetivo de abrir o Grande Palacio de Kremlin para o rio Moskva (a maneira de São Petersburgo). Então o Kremlin quase foi destruído! Os Romanov quase acabaram com a Rússia, cedendo o controle sobre o país para os bancos estrangeiros. A mesma elite russa ao viver suas vidas em Paris esqueceu da língua russa...

- Mas Europa procura o controle absoluto: uma vez mais o Kremlin é queimado por Napoleão em 1812. A Rússia vive uma reação tradicionalista com Nikolai I e entra no conflito prolongado com Ocidente (a guerra quente da Criméia e a guerra fria do século XIX, conhecida como The Great Game).

- o Kremlin foi bombardeado pelos bolcheviques em 1917 e a Rússia, levada pelos Romanov para um beco sem saída se transforma na brilhante URSS.

- a Rússia Soviética se queima em 1993, quando os liberais atiraram o Conselho Supremo da Rússia, mas 20 anos depois a Rússia esta virando a União Eurasiática. 

Resumindo, não estamos contra a churrasqueira Kremlin. Não! Aquilo que não nos mata nos torna mais fortes.

**************

1. Na URSS alguns artistas-dissidentes foram reconhecidos como deficientes mentais ou perturbados sexualmente, e mandados para as clínicas especiais. Hoje é evidente que tal prática era bastante razoável: http://www.theguardian.com/uk-news/2015/apr/27/russian-dissident-vladimir-bukovsky-to-be-charged-over-child-abuse-images

Комментариев нет:

Отправить комментарий