понедельник, 5 августа 2013 г.

"Holodomor": farsa russófoba

Os links recomendados:

Holodomor, o novo avatar do anticomunismo «europeu»

Golodomor, a cortina de fumo do regime 

Refutando o "holodomor"

Os censos da URSS e a fraude do “holocausto ucraniano”




Entendo que para muita gente se pensar é difícil, ter opinião própria é quase impossível.

Trata-se de uma seca terrivel que provocou a fome nos anos 30, uma tragédia ocorrida na Ucrânia, Rússia, e Cazaquistão - ou seja, por toda a URSS.

Mesmo as terras da Galíchina, que nem ERAM PARTE DA Ucrânia Sovética, NEM DA URSS naquele tempo, também sofreram da mesma forma com esta seca.

Os erros da administração foram corrigidos. Depois da coletivização, ja não havia mais fome na URSS, a fome que passava-se cada 4 anos na Rússia Czarista (por sua vez para os fans do "Holodomor" isso não é importante, a sua tarefa por agora é destruir a história soviética, privá-lo de sentido).

Depois da segunda guerra mundial, o nível de vida na Ucrânia Sovética, assim como nas outras repúblicas da URSS era muito mais alto que hoje em dia. Agora depois do colapso da URSS são paises do terceiro mundo (Rússia também). Mas a Ucrânia ficou muito mal, Ucrânia de hoje vive uma fome real e humilhação. A mulher ucraniana tem que se prostituir por todo o mundo.

Essa Ucrânia do terceiro mundo tem a sua elite alienada derrotista, que se interessa em promover o mito do "Holodomor".

A fome foi real, mas o "holodomor" é uma farsa: um exagero das vítimas, falsificação da época de Gorbachov, fraude vergonhosa de fotos e videos, confusão das causas da fome, nacionalização/ucrâniazação da tragédia, etc. Mas esse mito criado por Goebbels e divulgado com a ajuda de William Hearst, resulta muito efetivo para a elite ucraniana de hoje e para os seus donos, que são os EUA. O mito do "Holodomor" lhes serve para justificar o status atual de uma Ucrania-prostituta.

Ao mesmo tempo, há muitas pessoas da área da Ciência, Artes e Cultura, assim como políticos que não reconhecem o mito do "Holodomor". Milhões de pessoas da área da Ciência, Artes e Cultura da Ucrânia, da Rússia, e de outros paises do mundo amaldiçoam agora os lacaios da propaganda antisoviética (que, no fundo, é rusófoba). 

Esta propaganda, que esta destruindo a história russa, confundindo a gente, semeando ódio, misérias, e sofrimento, finalmente vai justificar  o fascismo pan-europeu dos anos 30-40.

Entendo, que muitas pessoas que acreditam no mito do "holodomor" não são nem sargentos da guerra fria, o seu status é muito mais humilde, talvez sejam voluntários (da chamada nova Divisão Azul). Mas detrás deles está um exército enorme da propaganda, sendo que seus chefes lucram muito com essa guerra.

E os resultados de suas mentiras são muito mais terríveis que a fome real dos anos 30.

Redacção de http://lang-8.com/